LINKS

Visualizar

domingo, 5 de julho de 2009

GRANDES AUTORES DE NOSSAS NOVELAS


Aguinaldo Silva:
É pernambucano. Já foi repórter policial e editor de um jornal gay chamado "O Lampião". Plantão de Polícia, na Globo, foi sua estréia na TV. Seu maior sucesso foi: Roque Santeiro, também na Globo, em 1985. Outros trabalhos: Lampião e Maria Bonita, Bandidos da Falange, Partido Alto, Tenda dos Milagres, O Outro, Tieta, o remake de Pedra sobre Pedra, Fera Ferida e A Indomada.

Benedito Ruy Barbosa:
É paulista, da cidade de Gália. Jornalista e publicitário. Sua primeira novela foi O Anjo e o Vagabundo. Também escreveu: A Última Testemunha, O Feijão e o Sonho, À Sombra dos Laranjais, Paraíso, Pantanal, Renascer, O Rei do Gado e, Terra Nostra. Vale lembrar que Pantanal, escrita por ele, foi um marco na televisão brasileira.

Cassiano Gabus Mendes:
Fez de tudo na TV. Seu nove está definitivamente ligado à história da Televisão Brasileira. Participou ativamente da inauguração da TV Tupi, em 1950. Na emissora fez: "Alô, Doçura", com Eva Wilma e John Herbert, e, juntamente com Fernando Barbosa Lima, "TV de Vanguarda". Revolucionou a telenovela ao encomendar a Bráulio Pedroso o sucesso Beto Rockfeller. Sua primeira novela como autor foi: Anjo Mau, em 1976, na Globo. Outros sucessos dele na TV: Locomotivas, Marron Glacê, Plumas e Paetês, Elas por Elas, Champagne, Brega e Chique, que Rei Sou eu? e Meu Bem Meu Mal. Cassiano morreu em 1993, aos 65 anos.

Dias Gomes:
Autor de grandes sucessos da televisão: Verão Vermelho, O Bem-Amado, O Espigão, Saramandaia, Mandala e Irmãos Coragem. Introduziu a crítica social às novelas. Roque Santeiro, de sua autoria, foi censurada pela ditadura em 1976. Mais tarde, em 1985 a novela foi ao ar, contando também com a participação de Aguinaldo Silva. Morreu em 1999, com quase 77 anos.

Gilberto Braga:
Nasceu no Rio de Janeiro. Sua estréia na TV foi com o caso especial Praias Desertas. Em 1975 fez a adaptação dos clássicos: Helena, de Machado de Assis, e Senhora, de José de Alencar. Logo marcou seu estilo no sucesso: Dancin' Days. É também o autor do estrondoso (e mundial) sucesso Escrava Isaura, a novela mais exportada da história da televisão. Outros trabalhos do autor na TV: Dona Xepa, Louco Amor, Brilhante, Anos Dourados, Anos Rebeldes, O Dono Do Mundo, Pátria Minha.

Ivani Ribeiro:
Foi autora de 39 novelas. 13 consecutivas só na Excelsior. Foi do rádio para a TV. A série Os Eternos Apaixonados, da Tupi, foi o pontapé inicial para a fama na televisão. Fez muito sucesso na Tupi e chegou à Globo em 1982 com a novela Final Feliz. Outros trabalhos marcantes de Ivani Ribeiro: Alma Cigana, A outra face de Anita, Deusa Vencida, Anjo Mareado, A Muralha, Os Estranhos, O Meu Pé de Laranja Lima, O Leopardo, Mulheres de Areia, A Viagem, O Profeta, Amor com Amor se Paga, A Gata Comeu, Hipertensão e O Sexo dos Anjos. Morreu em 1995, aos 73 anos.

Janete Clair:
Janete Clais era mineira, e morreu trabalhando, em meio às tramas da novela "Eu prometo". Era considerada a "maga das oito". Também veio do rádio, onde foi rádio-atriz e autora de sucesso. Na Globo participou da reformulação de Anastácia, a mulher sem destino e escreveu: Selva de Pedra, em 1972. outros sucessos da inesquecível Janete Clair: Pecado Capital, Sangue e Areia, Passos dos Ventos, Rosa Rebelde, Véu de Noiva, Irmãos Coragem, O Astro, Pai Herói, Coração Alado e Sétimo Sentido.

Lauro César Muniz:
Começou em televisão na Excelsior, na novela Ninguém Crê em Mim. Mai tarde na Record fez a adaptação de As Pupilas do Senhor Reitor. Na Globo, sua estréia foi em Escalada. São também de sua autoria: O Morro dos Ventos Uivantes, O Bofe, O Casarão, Transas e Caretas, O Salvador da Pátria e O Crime de Zé Bigorna, originalmente um caso especial transformado em uma bem sucedida obra cinematográfica.

Manoel Carlos:
Um dos mais importantes autores de televisão: escreveu programas de humor, como A Família Trapo, da Record, shows, como Brasil 60, musicais, como O Fino da Bossa e adaptações do teatro para a TV. Nas novelas escreveu: Baila Comigo, Maria Maria, Sol de Verão, Felicidade, História de Amor e Laços de Família.

Sílvio de Abreu:
Depois de desenvolver a carreira de ator, participando inclusive de A Muralha e Os Estranhos, Sílvio de Abreu fez sua estréia como autor de telenovelas em Éramos Seis ( em co-autoria com Rubens Ewald Filho). Escreveu também outros grandes sucessos: Guerra dos Sexos, Vereda Tropical, Cambalacho, Sassaricando, Rainha da Sucata e A Próxima Vítima.

Walter Negrão:
Foi jornalista e começou na TV como ator. Adaptou textos radiofônicos para a TV Record. é autor de muitos sucessos: Cavalo de Aço, Os Miseráveis, A Cabana do Pai Tomás, O Primeiro Amor, Roda de Fogo, Pão Pão Beijo Beijo, Livre para Voar, Fera Radical, Top Model, Tropicaliente, A Madona de Cedro e foi um dos autores de Malu Mulher.

Nenhum comentário:

Postar um comentário